O governo de Goiás anunciou que investirá R$ 13 milhões na construção de uma policlínica em Campos Belos, no norte do estado, na divisa com o Tocantins. A entrega das obras está prevista para 2021.

Segundo o governador Ronaldo Caiado, a obra faz parte do projeto de descentralização dos serviços de saúde, que tem previsão de construção de 17 policlínicas em diferentes regiões do estado até 2022.

"Meu compromisso, como médico e como governador, é trazer a regionalização da Saúde, para que as pessoas possam ter facilidade e condição de acesso aos atendimentos com dignidade. Minha missão é salvar vidas, não negociá-las. Assim, vou implantar uma policlínica aqui", anunciou o governador nesta terça-feira (28).

A Secretaria de Saúde diz que, do valor total, R$ 8 milhões serão investidos na obra e R$ 5 milhões na aquisição de equipamentos. "O prefeito ficou de olhar a área mais adequada, porque será um foco regional e nós precisamos que seja de fácil acesso", explicou o secretário Ismael Alexandrino.

A estrutura deve ter cerca de 4 miI m², com capacidade de atenção especializada a mais de 12 especialidades médicas e seis não-médicas, além de diagnóstico por imagem e laboratorial.

Vistoria da GO-452

Ainda em Campos Belos, o governador e outras autoridades foram à GO-452, que liga o município de Campos Belos ao seu distrito de Pouso Alto, a 30 quilômetros de distância. Ao todo, a rodovia possui 59 quilômetros que estão sem condições de tráfego.

O presidente da Goinfra, Pedro Sales, ressaltou que foi expedida uma ordem de serviço para restaurar a rodovia. "Terminamos a expedição de uma ordem de serviço para a completa recuperação dessa rodovia não pavimentada. Acreditamos que em breve, 90, 120 dias no máximo, ela estará em total e plena condição de trafegabilidade", prospectou.

O trecho vai passar por serviços de topografia, em primeiro lugar, para dar trafegabilidade às áreas mais difíceis. "Depois será providenciado o levantamento do leito da rodovia (greide), dando condições para que os produtores rurais e pessoas que moram na região e todo o povoado aqui possam ter condições de ter novamente condições de acesso.

Deixe seu Comentário