Kimberly foi diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME) nos primeiros meses de vida e desde então mora no hospital.

Para realizar o sonho da adolescente, equipe médica preparou uma festa surpresa.

Adolescente que mora em hospital tem surpresa de aniversário Kimberly é uma adolescente que sempre sonhou com uma festa de 15 anos.

Ela foi diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME) nos primeiros meses de vida, e desde então precisa morar em um hospital em Caxias do Sul, na serra gaúcha.

“A expectativa de vida da Kimberly era de dois, três anos, e em função dos cuidados que a gente teve, ela está com a saúde super bem”, diz a pediatra Silvana Pilati. Para realizar o sonho de Kika, como é conhecida no hospital, a equipe médica resolveu preparar uma surpresa: uma festa de 15 anos.

“Ela sempre gostou muito de princesas.

Nós fizemos a temática da festa das princesas como uma forma de homenagear, já que ela não pode ir até a festa, a festa vem até ela”, conta a diretora executiva do hospital, Cleciane Doncatto Simsen. “É uma sensação de vitória.

De tantas lutas que a gente já passou, mais ela do que a gente mesmo.

É uma sensação muito grande de gratidão, de vitória”, diz o pai, Rubens Ferreira dos Santos.

Na festa, a aniversariante se vestiu de Cinderela, e os convidados de outros personagens de conto de fadas.

“Foi um pedido dela, ela pediu para todas as pessoas que cuidam, que viessem caracterizadas, que era o sonho dela que fosse o aniversário de princesas”, conta a médica Beigle Zarelli Marin. A AME é uma doença rara que não tem cura.

Kimberly não tem força nos músculos, se alimenta por sonda e precisa de um ventilador mecânico para respirar.

Para proporcionar uma vida mais próxima do normal para uma jovem na idade dela, Kika foi matriculada em uma escola.

Duas vezes por semana, uma professora e alguns colegas vão até o quarto da adolescente para estudar.

“A gente faz uma troca muito grande.

Já são seis anos que eu trabalho com ela, e todo dia é uma novidades.

Muitas vezes ao invés de eu ensinar, eu aprendo com ela”, diz a professora Janete Costa de Souza.

"Ela é uma mocinha fofa, muito feliz, muito de bem com a vida e é um prazer acima de qualquer coisa", diz Beigle.

Kimberly realizou o sonho de ter uma festa das princesas.

Reprodução / RBS TV