Faça o seu PEDIDO DE MÚSICA

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Carregando música...

Candangão 2020: Formosa frusta torcida, e acaba atropelado em casa pelo Taguatinga

O Formosa Esporte entrou em campo na noite desta quinta-feira (20/02), no Estádio Diogão em Formosa para 1.064 expectadores, no entanto, a equipe esteve totalmente irreconhecível em campo. Completamente dominado, o Formosa foi presa fácil para a equipe do Taguatinga muito bem montada pelo estreante Jesimar, o popular "Flu", responsável pelo acesso da equipe do Ceilandense em 2019. O placar final da partida foi de 3x0, para o Taguatinga, porém, pelo que aconteceu na partida, o placar poderia ser ainda mais dilatado.

O jogo

No início, o tsunami até deu indícios de que lutaria pela vitória, na primeira boa chegada da equipe, após bola cruzada por Andrezinho, João de Deus dominou limpou o lance e bateu bem, para a bela defesa do goleiro Diogo. 

Aos 20 minutos o Formosa assustou novamente, em outra jogada do Lateral Andrezinho, que achou João de Deus novamente na área, o camisa 11 do tsunami escorou para o meio da área, a procura de Allan Paulista, que não conseguiu chegar na bola. O camisa 21 da equipe do Formosa, foi muito vaiado durante todo o jogo.

A partir dos 25 minutos só deu Taguatinga, explorando o lado direito da defesa do Formosa, sempre em cima de Andrezinho, o ataque dos águias sobressaía sobre o sistema defensivo do Formosa. Em uma escapada pela esquerda o lateral Denilson achou o camisa 8 Jr. Alves totalmente livre dentro da área, a sorte do tsunami é que o volante cabeceou por cima do gol, na jogada o goleiro Lenon saiu lesionado, após uma lesão na virilha.

Era um prenúncio de que as coisas não dariam certo naquela noite. Aos 39 minutos, após escanteio cobrado pelo camisa 98 Regino, pelo lado esquerdo de campo, o Taguatinga abriu o placar no Diogão. A bola chega a tocar em no camisa 8, Éverton Cesar do Formosa, mas o árbitro Marco Antônio Ferreira assinalou gol olímpico do Taguatinga. 

A tônica do jogo não mudou até o final do primeiro tempo, a trinca de volantes escaladas pelo técnico Jesimar, funcionou muito bem na partida, conseguindo neutralizar as principais válvulas de escape do tsunami, Ronan e João de Deus.

Segundo Tempo

Na volta do intervalo, o técnico Heli Carlos se viu obrigado outra vez por lesão a mudar sua equipe. Desta vez o capitão Bruno Costa, camisa número 8, deu lugar para Sérgio Baiano. O Formosa até tentou esboçar uma reação, logo no início Allan Paulista tentou duas vezes de fora da área, mas a noite não era do Formosa.

O segundo gol do Taguatinga, foi ocasionado por um erro na saída de bola do zagueiro Sérgio Baiano, que tentou uma bola longa demais para Ronan no meio campo, este por sua vez não conseguiu dominar. Jr. Alves, antecipou e lançou o veloz atacante Léo Veloso.

O atacante invadiu a grande área e bateu cruzado de perna esquerda, Márcio fez a defesa a defesa parcial, mas a bola acabou sobrando para o camisa 7 do Taguatinga, Victor, que não perdoou, marcando o segundos dos águias.

O gol desestruturou o tsunami, a equipe errava muitos passes, a bola parecia queimar nas pernas de alguns jogadores, principalmente do camisa 20 Mário Neto, que por duas vezes teve a chance de contra-ataque, mas não soube aproveitar.

Heli Carlos, olhou pro banco e chamou Jean Carlo, o camisa 10 do Formosa, que estreou no último domingo, contra o Ceilandense tinha a dura missão de tentar organizar as jogadas de ataque do Formosa. A mudança mais óbvia seria Mário Neto, mas Heli sacou Ronan, a torcida não perdoou e vaiou muito o técnico do Formosa.

Na sua primeira bola, em uma falta pela direita Jean Carlo cobrou com muito efeito, o zagueiro Élton teve a chance de marcar, mas a bola acabou tocando nas suas costas, desviando sua rota para o gol. 

O técnico do Taguatinga, recuou ainda mais a equipe e congestionou seu sistema defensivo, passando a sair apenas nos contra-ataques, o Formosa adiantou sua linha de marcação e dava espaços para os contra-ataques, em um deles, o lateral Douglas Rato percebeu o goleiro do Formosa adiantado e fez um lindo gol de fora da área, aos 39 minutos, matando qualquer chance de reação do tsunami.

Final no Estádio Diogão, para Formosa 0, Taguatinga 3. Com os resultados da rodada, o Formosa caiu para 4º lugar no campeonato, já o Taguatinga, subiu duas posições e entrou na zona de classificação, agora em 7º lugar.

O Formosa volta a campo somente no dia 1º de março, após o Carnaval contra a equipe do Sobradinho em Sobradinho, já o Taguatinga viaja até Unaí, para enfrentar a equipe da casa o Unaí, no sábado dia 29 de Fevereiro. 

Ficha Técnica:

Formosa: Lenon (Márcio), Andrezinho, Elton, Bruno Costa (c) (Sérgio Baiano), Rafinha, Everton Cesar, Caio Carioca, Ronan (Jean Carlo), Mário Neto (Robson Simplício) João de Deus, Allan Paulista (Brasília). Téc: Heli Carlos

Ceilandense: Diogo, Douglas Rato, Daniel Felipe, Luan, Denilson, Judvan, Victor, Jr. Alves (Marquinhos), Heltinho (Martinely), Léo Veloso (Dan). Téc: Jesimar "Flu"

Gols: Regino (39 min 1º T), Victor (10 min 2º T) e Douglas Rato (39 min 2º T)

Cartões Amarelo: Denilson (Taguatinga) e Everton Cesar (Formosa

Cartões Vermelho: - 

Elias Lopes, para o Portal Foca Lá e Terra FM