Principal município da Chapada dos Veadeiros, Alto Paraíso de Goiás chega a receber, feriados prolongados, cerca de 15 mil pessoas oriundas de várias partes do Brasil e do mundo, em visita a suas belezas naturais. Entre as medidas tomadas está a suspensão do funcionamento dos atrativos turísticos, públicos ou privados, até o dia 31 de março. Dois casos suspeitos foram confirmados hoje no município.

No mesmo dia em que dois casos suspeitos de contaminação pelo Covid-19 foram confirmados pela secretaria municipal de saúde do município, o prefeito Martinho Mendes da Silva assinou decreto de SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA EM SAÚDE PÚBLICA em Alto Paraíso de Goiás.

Segundo a secretaria de saúde de Alto Paraíso de Goiás, um casal, que teve contato com pessoas contaminadas pelo Covid-19, deu entrada no hospital municipal por volta das 18 horas. Foi feita a coleta de material e o setor de epidemiologia está fazendo levantamento dos locais por onde esse casal passou no município, para que seja realizado trabalho preventivo. O casal está em isolamento no hospital, aguardando o resultado dos exames.

O DECRETO MUNICIPAL trás medidas de enfrentamento ao Covid-19 no âmbito no Poder Executivo, e corrobora o compromisso firmado na reunião do dia 16 de março, no Fórum do município, com participação do Juiz de direito Pedro Piazzalunga, promotor de justiça, Márcio Villas Boas, prefeito Martinho Mendes, que estava acompanhado dos secretários de Educação, Turismo e Saúde, e da prefeita de São João d’Aliança, Débora Domingues, que estava acompanhada da secretária de Saúde.

Secretaria de Saúde confirma dois casos suspeitos no município.

Em linhas gerais o decreto da PREFEITURA DE ALTO PARAÍSO DE GOIÁS considera o que determinou o GOVERNO DO ESTADO DE GOIÁS nos DECRETOS 9.633/2020 e 9.637/2020 relativo a suspensão de aulas em níveis educacionais públicos e privados, a suspensão de feiras livres, atividades em galerias e pólos comerciais de rua, atividades em bares e restaurantes (permitindo a entrega em domicílio) atividades em clubes,academias, boates, teatros,  casas de espetáculos e clinicas de estética, atividades de saúde bucal e odontológicas, públicas e privadas, exceto relacionadas ao atendimento de urgência e emergência.

Segundo o decreto do GOVERNO DO ESTADO, estabelecimentos médicos e hospitalares, laboratórios, farmácias, supermercados, distribuidoras de gás e postos de combustíveis CONTINUARÃO FUNCIONANDO.

O decreto municipal 1.792/2020, assinado hoje pelo prefeito Martinho Mendes assinala que poderão ser tomadas medidas como a determinação de realização compulsória de exames médicos e laboratoriais, coletas de amostras clinicas, vacinação e outras médicas profiláticas, tratamentos médicos específicos entre outras medidas. LEIA A INTEGRA DO DECRETO em https://www.altoparaiso.go.gov.br/Data/PJ/Legis20200318142953.pdf

As secretarias municipais e demais órgãos da administração seguirão realizando atividades e serviços internos, ficando suspenso o atendimento público presencial  até o dia 31 de março, devendo a população valer-se dos meios telefônicos e digitais/eletrônicos com endereços identificados no DECRETO.

Serão divulgadas campanhas educativas visando a conscientização da população e reforçando a atenção com pessoas que tenham sessenta anos ou mais, gestantes, portadores de doenças crônica ou com imunodeficiência, diabéticos, portadores de cardiopatia e deficiência renal ou pulmonar, por serem do grupo mais sensível aos efeito do Covid-19, recomendando, inclusive, que essas pessoas evitem, rigorosamente, sair de suas casas.

PUBLICIDADE

O DECRETO MUNICIPAL assegura ainda que o poder executivo e seus representantes possam buscar apoio  junto a 14ª Companhia Independente da Polícia Militar e a Delegacia de Polícia Civil da comarca, no intuito de evitar aglomerações e garantir o cumprimento das determinações contidas tanto nos DECRETOS DO GOVERNO ESTADUAL, quanto no DECRETO MUNICIPAL.

Autoridades municipais se reuniram com os representantes do MP-GO e do TJ-GO para traçarem medidas de prevenção contra o Covid-19

Vários empresários tomaram, por conta própria, a iniciativa de paralisar as atividades de seus estabelecimentos comerciais, entre eles o Restaurante Moinho, o Atrativo Encontro das Águas e a Imobiliária Kalunga Imóveis, que fará atendimento apenas por meio eletrônico/digital.

A rádio comunitária Paraíso FM fará apenas programação musical, com eventuais participações pra informar situações excepcionais a comunidade, evitando a presença de locutores e do público que sempre procura a emissora.

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros suspende visitações

Em nota a SociParques (Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros) informou na tarde desta terça-feira a suspensão das visitações ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

Íntegra da Nota

Diante da pandemia de COVID-19 no País e em cumprimento ao Ofício Circular SEI nº 12/2020-GABIN/ICMBio, de 17 de março de 2020, informamos a suspensão temporária das visitas ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros por uma semana, podendo haver prorrogação.

A determinação foi feita pelo Presidente da República, e informada pelo Ministério do Meio Ambiente por meio do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. É válida para todas as Unidades de Conservação Federais com o intuito de minimizar riscos de contaminação e disseminação do Coronavírus.

Neste momento, contamos com a compreensão de todos e torcemos para que tudo se normalize o mais rápido possível.  A medida atende as orientações do Ministério da Saúde e visa contribuir para a segurança da população neste momento.

Informamos, ainda, que continuaremos acompanhando discussões e aplicações de medidas emergenciais indicadas para espaços com maior circulação de pessoas.

Fonte:OVETOR